terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Experiências divinas leva-as o laxante

Neste Domingo, depois de mais um fim de semana obsceno ao nível da nutrição e do ócio, adormeci a sentir que as minhas artérias gordas precisavam de uma intervenção. E eis senão quando fui visitada por um anjo.

O anjo, que se chamava NãoSouUmaAlucinaçãoCausadaPelaGarrafaDeVinhoQueBebebesteAoJantar, levou-me pela mão a uma montanha. Na aterragem pousei com a graça que me é característica (tropecei num calhau e abri o lábio de cima).

Uma voz mandou-me pegar num ganso que por ali andava e sacar-lhe uma pena. Depois de me desviar dos outros sete gansos - histéricos e às bicadas a tudo, inclusive ao anjo NãoSouUmaAlucinaçãoCausadaPelaGarrafaDeVinhoQueBebebesteAoJantar, que entretanto afiambrou três socos num e dispersou os restantes, agitando a harpa descontroladamente - fiz o que a voz ordenava. “Vamos fazer um ditado”.

Eu nunca o vi o tipo que dava ordens mas acreditei que ele existia porque se não existia aquilo não fazia sentido e era tudo só porque sim.
Além do mais quando lhe perguntei pela tinta para molhar a pena, ele apresentou-me um cordeiro com meia dúzia de semanas e sacrificou-o ali à bruta só para eu usar o sangue para escrever.
É claramente o tipo de pessoa com quem não queremos entrar numa discussão. Sobretudo com argumentos como “Ah, tu não existes e isso.”

Preparei-me então para escrever e ele começou.

Mulher Mesmo de Sonho,

Ao fim de semana não comerás todo o pão disponível na Padaria Portuguesa.
- Espera, não! Ordeno-te que risques e escrevas antes assim (mas qual é o problema deste tipo?)

Ao fim de semana não comprarás pão, croissants açucarados ou palmiers simples da Padaria Portuguesa.
- Não! Risca e substitui (isto das ordens é uma cena de infância: aposto que não foi amamentado)

Ao fim de semana não entrarás na Padaria Portuguesa.
- E acrescenta (e eu entretanto caladinha, enquanto vejo o cordeiro degolado pelo canto do olho)

Ao fim de semana não entrarás nem aceitarás ofertas da Padaria Portuguesa. (pronto, já fui)

Ao fim de semana não comerás todas as refeições que confecionares (mesmo que fossem para oito pessoas) com a desculpa que não tens espaço no congelador.
Ao fim de semana não renegarás os legumes e a fruta.
Ao fim de semana não adorarás entidades divinas como a lasanha, a francesinha ou a mousse de lima.
Ao fim de semana não cobiçarás as sobremesas dos amigos, provando duas colheres de cada taça.
Ao fim de semana não mentirás a ti própria repetindo que tens “um metabolismo acelerado e que podes comer tudo sem engordar”.
Ao fim de semana não esquecerás que tens 230 de colesterol.
Ao fim de semana não beberás coca-cola suficiente para que os teus intestinos possam servir de boia de salvação, para uma família de dezassete náufragos cubanos.
Ao fim de semana não alaparás no sofá a ver filmes e séries até desenvolveres escaras nas nádegas.
Ao fim de semana não ignorarás a lida da casa, dando pequenos toques no cotão até que deslize para debaixo de um móvel.
Ao fim de semana não esquecerás o teu estatuto de Mulher de Sonho e farás o amor, apaixonada e longamente, transpirando calorias suficientes para poderes comer um pãozinho com chocolate a seguir.

Acabámos.
Ele pediu-me o texto.
Riscou a última frase (que eu tinha metido à pressão, a ver se passava) e todo lixado amaldiçoou-me. A mim e a sete gerações da minha família.

E num grito de trovão disse “Agora baza, ó hipopótama!”.

Apanhei o anjo NãoSouUmaAlucinaçãoCausadaPelaGarrafaDeVinhoQueBebebesteAoJantar de volta.
Saí na minha casa, comi um donut e voltei a deitar-me.

E isto passou-se.

O que nem o tipo, nem o anjo, repararam, é que nada daquilo foi escrito em pedra.
De maneiras que agora tenho meio rolo de Renova escrito a sangue de carneiro bebé que, se o Dulcolax-gotas de facto funcionar, daqui a 5 horas estará desfeito e a assomar na ETAR de Alcântara, juntamente com as três carcaças com manteiga de amendoim que comi no Domingo.

Pumbas!



4 comentários:

  1. A enfardar desta maneira ir para o inferno será o menor dos males... :)

    ResponderEliminar
  2. Tens a certeza que foi um anjo sozinho que te conseguiu arrastar para a montanha?
    É que a comer assim, nem um 747. eheheh

    ResponderEliminar
  3. Ri-me a bom rir com o post!Isso do anjo não será a tua consciência!Lool


    Bjxxx

    ResponderEliminar
  4. E vais dar ouvidos à voz? Ou ela tem de aparecer novamente?

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Sonhos