terça-feira, 12 de agosto de 2014

Morreu-me o Robin Williams

Há pessoas que morrem. E há pessoas que nos morrem.

Ontem morreu-me alguém.

Estranha, esta familiaridade que ganhamos com quem não conhecemos. Como podemos sentir tanta tristeza e fazer eco por dentro quando nos falta quem nunca tivemos.

Mas acontece.

A mim morreu-me o Robin Williams. E eu já tenho em mim o peso da
saudade de tudo o que ele já não fará.

Merda.



5 comentários:

  1. Não é de todo o meu actor preferido... Mas vai fazer falta!

    Paz à sua alma.

    ResponderEliminar
  2. Que grande merda, só cá ficam os que não fazem falta....

    ResponderEliminar
  3. Percebo o que dizes...
    O Robian Williams era daqueles actores porque quem sentia uma forte empatia.
    RIP

    ResponderEliminar

Sonhos